Falar inglês aumenta seu salário e esta pesquisa mostra o quanto

Posted · Add Comment

Para investigar o peso do inglês no salário, foram entrevistadas pela Catho mais de 13 mil pessoas em diferentes níveis hierárquicos

São Paulo – De 3,7 mil para 7,3 mil reais de salário. Esta simples inversão na ordem dos números poderia fazer toda a diferença no seu bolso fim do mês, certo? Pois essa é a diferença salarial entre profissionais no nível de coordenação e o salto salarial de 61% tem um só motivo, o domínio de inglês.

A informação é parte da 53ª edição da Pesquisa Salarial da Catho que aponta o peso da fluência no idioma no salário de profissionais de diferentes níveis. Para investigar o valor da qualificação, foram entrevistadas mais de 13 mil pessoas.

Se para coordenadores a diferença salarial entre quem fala bem inglês e quem só tem conhecimento básico é a maior registrada, para o nível de gerência, diretoria e presidência também é grande: segundo a Catho, falar inglês equivale a ganhar salário 56% maior.

Confira na tabela o percentual de aumento para os diferentes níveis:

Nível hierárquico % de ganho salarial com inglês fluente
Gerente/diretor/presidente 56%
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 61%
Profissional especialista/graduado 32%
Analista 20%
Profissional especialista técnico 27%
Assistente/auxiliar 38%
Operacional 26%
Trainee/estagiário/aprendiz 40%

Mas o que significam esses percentuais?

A pesquisa da Catho não mede apenas o percentual de aumento mas também registra as médias salariais para profissionais com nenhum conhecimento de inglês, com inglês básico, domínio intermediário e também avançado/fluente. Confira os valores em reais:

Cargo Média salarial para inglês avançado Média salarial para inglês intermediário Média salarial para inglês básico Média salarial para quem não tem nenhum conhecimento
Gerente/Diretor/Presidente 15.042,41 11.466,70 9.397,94 7.265,31
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 7.377,52 6.182,04 4.541,06 3.724,46
Profissional especialista graduado 6.541,77 5.576,50 4.694,89 4.191,30
Analista 4.301,67 3.944,09 3.518,26 3.145,56
Profissional especialista técnico 3.699,43 3.222,99 3.008,58 2.669,77
Assistente/Auxiliar 2.198,40 1.824,93 1.636,74 1.500,07
Operacional 2.120,35 1.668,71 1.721,19 1.663,58

Menos da metade dos líderes fala inglês fluentemente

Pouco mais de 40% dos profissionais em nível de gerência, diretoria e presidência têm domínio avançado ou fluente de inglês, segundo a Catho. Percentual parecido de fluentes têm os profissionais do grupo dos graduados/ especialistas.

Um dos motivos que explicam o fato de que o impacto do inglês no salário dos coordenadores é maior é justamente a pouca oferta desta qualificação nos currículos desses profissionais. Conforme a tabela, apenas 24% dos entrevistados deste grupo falam fluentemente inglês:

Nível hierárquico % de profissionais com inglês fluente ou avançado % de profissionais com inglês intermediário % de profissionais com inglês básico
Gerente/Diretor/Presidente 41% 29% 30%
Supervisor/coordenador/líder/encarregado 24% 29% 48%
Profissional Especialista/graduado 40% 32% 29%
Analista 28% 36% 36%
Profissional especialista técnico 12% 28% 60%
Assistente/Auxiliar 11% 23% 65%
Operacional 10% 15% 76%
Trainee/Estagiário/Aprendiz 34% 24% 42%

Fonte: Exame.abril.com.br
Para ler a matéria original clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *